Empresas

Lula e Silveira falam em 'transformar' água vertida de Itaipu em hidrogênio verde

Silveira e Lula ressaltaram a importância de Itaipu para a segurança energética do país, bem como para o desenvolvimento da região de instalação da hidrelétrica. Além disso, ambos falaram sobre o projeto para produção de hidrogênio verde a partir do vertimento da usina. “Depois de 12 anos, Itaipu e Furnas voltaram a verter água, mas nós queremos ver, em breve, que essa água não seja vertida e, sim, que essa água seja transformada em hidrogênio verde para reindustrializar o Brasil e exportar para o mundo”, disse Silveira.

Lula e Silveira falam em 'transformar' água vertida de Itaipu em hidrogênio verde

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, o ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, e demais autoridades brasileiras e paraguaias, como o presidente Mario Abdo Benítez, e o diretor-geral do lado paraguaio de Itaipu, Manuel María Cáceres, participaram nesta quinta-feira, 16 de março, da cerimônia de posse de Enio Verri, que ficará à frente do lado brasileiro da geradora até 2027.

Silveira e Lula ressaltaram a importância de Itaipu para a segurança energética do país, bem como para o desenvolvimento da região de instalação da hidrelétrica. Além disso, ambos falaram sobre o projeto para produção de hidrogênio verde a partir do vertimento da usina.

“Depois de 12 anos, Itaipu e Furnas voltaram a verter água, mas nós queremos ver, em breve, que essa água não seja vertida e, sim, que essa água seja transformada em hidrogênio verde para reindustrializar o Brasil e exportar para o mundo”, disse Silveira.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ao desejar sorte ao novo diretor-geral brasileiro da binacional, Lula ressaltou a capacidade de geração de econômica que Itaipu tem para a América Latina.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Quando vejo Itaipu vertendo água, eu fico imaginando o quanto de dólares a gente está perdendo. Se eu pudesse levava essa água para casa, ou quem sabe, num futuro próximo, produziremos hidrogênio verde dessa água de Itaipu e ganharemos dinheiro nas duas pontas. Isso vai ser melhor para Paraguai, muito melhor para o Brasil e para o nosso continente”, disse Lula.

O presidente do Brasil ainda falou sobre a proximidade de renegociação do Anexo C do Tratado de Itaipu, e se dirigiu a Mário Abdo, dizendo que ambos os países estão “mais maduros e mais conscientes” para trabalhar na construção de um tratado que será benéfico para o desenvolvimento econômico de suas regiões.

Segundo Lula, uma das críticas que ele tem recebido de empresários, é sobre a construção da linha de transmissão em 500 kV até a cidade de Assunção (negociada por Lula em seu segundo mandato e inaugurada na gestão de Dilma Rousseff), que teria levado muitas indústrias brasileiras se instalaram no país vizinho.

No entanto, o presidente disse que para um país do tamanho Brasil, que faz fronteira com diversos países, é necessário combinar o seu crescimento econômico com o crescimento econômico dos países em seu entorno.

Outro ponto levantado por Lula, foi sobre o atraso na nomeação da nova diretoria e conselho de Itaipu Binacional, e que “infelizmente pode ser um equívoco nosso mesmo”, mas que, em breve, os anúncios serão feitos.

O novo diretor-geral

Enio Verri agradeceu a “maneira elegante” que o Anatalicio Risden Junior, agora ex-diretor de Itaipu, trabalhou na transição das equipes da binacional, e do compromisso da geradora com a produção de energia e desenvolvimento social do Brasil.

Segundo Verri, o compromisso de sua gestão será o de entregar energia limpa, renovável a preço justo, promovendo o desenvolvimento regional e nacional.

“O pagamento da obra [de Itaipu] foi assumido por todos os brasileiros, então parece justo que seus benefícios sejam estendidos a eles, seja por tarifa, ou programas que beneficiem o país e o estado do Paraná”, disse o novo diretor-geral.

Matéria bloqueada. Assine para ler!
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Integer hendrerit dui quis libero molestie, sit amet laoreet urna viverra. Nullam nisi elit, semper et libero.