Hídrica

Sem regulação para baterias e UHEs reversíveis, emissões de CO2 podem aumentar 54% até 2060

Regulação

Sem regulação para baterias e UHEs reversíveis, emissões de CO2 podem aumentar 54% até 2060

O Brasil precisará de novas formas de resiliência para garantir o fornecimento de energia, como as baterias e hidrelétricas reversíveis, e a neutralidade das emissões. Segundo estudo da consultoria Aurora Energy, a falta de uma estrutura regulatória para esses sistemas pode elevar as emissões de carbono do setor elétrico em 54% entre 2024 e 2060, chegando a 7,7 gramas de CO₂/kWh.

Cálculo

Hídrica

PLD deve permanecer estável em 2024 com ´leve aumento’ a partir de dezembro, projeta Thymos

A Thymos Energia projeta estabilidade do preço da energia no mercado de curto prazo e nas bandeiras tarifárias para 2024, mesmo com o indicativo que os reservatórios hidrelétricos terminem junho com uma redução de 8,8% do índice verificado no mesmo período do ano passado. De acordo com a consultoria, os reservatórios vão chegar ao final de junho – quando termina o outono – com 78% de armazenamento. "São níveis médios razoáveis para enfrentar o período seco, que compreende os meses de junho a setembro. É um ponto que merece atenção, sem preocupação imediata”, diz Mayra Guimarães, head de Preços e Estudos de Mercado da Thymos Energia, reforçando ainda que o consumo tende a permanecer estável.

PLD deve permanecer estável em 2024 com ´leve aumento’ a partir de dezembro, projeta Thymos

Hídrica

PLD deve permanecer estável em 2024 com ´leve aumento’ a partir de dezembro, projeta Thymos

A Thymos Energia projeta estabilidade do preço da energia no mercado de curto prazo e nas bandeiras tarifárias para 2024, mesmo com o indicativo que os reservatórios hidrelétricos terminem junho com uma redução de 8,8% do índice verificado no mesmo período do ano passado. De acordo com a consultoria, os reservatórios vão chegar ao final de junho – quando termina o outono – com 78% de armazenamento. "São níveis médios razoáveis para enfrentar o período seco, que compreende os meses de junho a setembro. É um ponto que merece atenção, sem preocupação imediata”, diz Mayra Guimarães, head de Preços e Estudos de Mercado da Thymos Energia, reforçando ainda que o consumo tende a permanecer estável.

Convênio destina R$ 1,9 bilhão para revitalização de LT de Itaipu

Hídrica

Convênio destina R$ 1,9 bilhão para revitalização de LT de Itaipu

O ministro de Minas e Energia Alexandre Silveira assinou nesta quinta-feira, 16 de maio, um convênio de cooperação técnica e financeira, no valor de R$ 1,9 bilhão, para modernizar uma linha de transmissão de corrente contínua de Furnas. O sistema será usado para escoar a energia da hidrelétrica de Itaipu e, de acordo com Silveira, deve auxiliar na segurança energética e na redução da conta de energia dos consumidores brasileiros, além de fortalecer a relação com o Paraguai.