Leilões

Martelo-Foto-Divulgacao-MME

Previstos para dezembro

MME amplia contratos de leilão de energia existente

O Ministério de Minas e Energia (MME) estabeleceu as diretrizes para a realização dos leilões de energia existente A-1, A-2 e A-3, a serem realizados em dezembro de 2024. Conforme a portaria, os certames serão abertos para qualquer fonte existente e terá o produto quantidade. A inovação está no estabelecimento de um leilão A-3 de energia existente, que vai negociar contratos de dois anos de duração.

Leilão de produção de petróleo da União será em 31 de julho na B3

Leilões

Leilão de produção de petróleo da União será em 31 de julho na B3

A Pré-Sal Petróleo (PPSA) publicou hoje, 27 de maio, o aviso do edital do 4º Leilão de Petróleo da União, que acontecerá no dia 31 de julho na B3, em São Paulo. Serão ofertados 33 milhões de barris, equivalentes à toda a produção estimada pela União para 2025 nos campos de Mero e Búzios. Esses são os principais campos de petróleo da União e o governo estima que serão levantados mais de R$ 13 bilhões em recursos com o certame.

MME inclui projetos híbridos e térmicas a biogás em leilões A-4 e A-6 de 2024

Destaques do Diário

MME inclui projetos híbridos e térmicas a biogás em leilões A-4 e A-6 de 2024

O Ministério de Minas e Energia divulgou para consulta pública a minuta da portaria contendo as diretrizes para a realização dos Leilões de Energia Nova A-4 e A-6 de 2024, previstos para acontecerem sequencialmente em dezembro de 2024. A proposta ficará em consulta até 3 de junho e prevê a compra de energia elétrica proveniente de novos empreendimentos de geração híbridos e das fontes eólica, solar fotovoltaica, hidrelétrica e termelétrica a biomassa ou a biogás.

Martelo-Foto-Divulgacao-MME

Destaques do Diário

MME inclui projetos híbridos e térmicas a biogás em leilões A-4 e A-6 de 2024

O Ministério de Minas e Energia divulgou para consulta pública a minuta da portaria contendo as diretrizes para a realização dos Leilões de Energia Nova A-4 e A-6 de 2024, previstos para acontecerem sequencialmente em dezembro de 2024. A proposta ficará em consulta até 3 de junho e prevê a compra de energia elétrica proveniente de novos empreendimentos de geração híbridos e das fontes eólica, solar fotovoltaica, hidrelétrica e termelétrica a biomassa ou a biogás.

Leilões de energia existente podem equalizar diferenças tarifárias entre mercado livre e regulado

Leilões

Leilões de energia existente podem equalizar diferenças tarifárias entre mercado livre e regulado

Os leilões de energia existente podem ajudar as distribuidoras a comprarem energia ao mesmo preço do vendido no ambiente de contratação livre (ACL), de formar a equalizar as diferenças tarifárias entre a modalidade e o ambiente de contratação regulado (ACR), segundo Cesar Pereira, gerente executivo de Regulação e Capacitação da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), que participou de evento da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar) sobre mercado livre de energia.

Ministério busca segurança jurídica antes de incluir baterias em leilão de reserva neste ano

Leilões

Ministério busca segurança jurídica antes de incluir baterias em leilão de reserva neste ano

A inclusão das baterias no leilão de reserva de capacidade previsto para 30 de agosto, ainda demanda superar a fronteira da segurança jurídica, regulatória e econômica. Ao participar de audiência pública na Câmara nos Deputados, Thiago Barral, secretário de Transição Energética e Planejamento, explicou que não há preferências por fontes, uma vez que o sistema se beneficia da complementariedade de soluções em benefício do custo. “Não há o que se falar de preferência de uma tecnologia em relação à outra, mas como é que a gente combina essas tecnologias para entregar o menor custo, a confiabilidade com o menor custo. E eu não tenho dúvidas de que a bateria é uma candidata importante a ser contemplada”, disse Barral nesta terça-feira, 7 de maio.

PPSA contrata a B3 para realizar leilões de óleo e gás natural da União

Leilões

PPSA contrata a B3 para realizar leilões de óleo e gás natural da União

A Pré-Sal Petróleo (PPSA), estatal que gerencia os contratos do pré-sal pela União, anunciou a contratação da B3 para a realização de leilões para comercializar as parcelas de petróleo e gás natural da União nos contratos de partilha de produção e na Jazida Unitizada de Tupi. O contrato prevê certames ao longo dos próximos três anos. O primeiro leilão está previsto para julho de 2024, com a comercialização das cargas de Mero e Búzios de 2025, cujos contratos de compra e venda de petróleo vencem em dezembro deste ano. O edital com todas as informações do leilão será lançado ainda neste mês de maio.

Fundo de Nelson Tanure, EDF e Matrix Energia participam do leilão de privatização da Emae

Empresas

Fundo de Nelson Tanure, EDF e Matrix Energia participam do leilão de privatização da Emae

Última estatal ligada à energia do estado de São Paulo, a Emae recebeu propostas das empresas EDF Brasil, Phoenix Fundo de Investimentos em Participações Multiestratégia (ligado ao investidor Nelson Tanure) e a Matrix Energy Participações, que participarão do leilão do seu leilão de privatização, marcado para sexta-feira, 19 de abril, na sede da B3, em São Paulo. O nome das companhias foi publicado pela secretaria de Parcerias em Investimentos de São Paulo no Diário Oficial do estado.

Eletrobras e Petrobras estudam projetos de ‘gigas’ para leilão de reserva de capacidade

Empresas

Eletrobras e Petrobras estudam projetos de ‘gigas’ para leilão de reserva de capacidade

Com a previsão de contratação de três produtos de geração, dois para termelétricas novas ou existentes, e um para ampliação em hidrelétricas existentes, o primeiro leilão de reserva de capacidade de 2024 pode atrair gigas” em projetos de ambas as fontes, afirmaram executivos da Petrobras e da Eletrobras em entrevista à MegaWhat durante o Fórum Brasileiro de Líderes em Energia. As térmicas são a aposta da Petrobras em uma possível participação. Segundo Mauricio Tomalsquim, diretor de Transição Energética e Sustentabilidade da estatal, a empresa está se preparando para participar por meio de térmicas com contratos próximos ao fim. Confira a entrevista na íntegra no canal da MegaWhat no YouTube.

Com ou sem baterias, leilão de reserva de capacidade acontece em 2024, garante ministro

Inovação

Com ou sem baterias, leilão de reserva de capacidade acontece em 2024, garante ministro

O ministro de Minas e Energia Alexandre Silveira garantiu, em entrevista à MegaWhat, que o leilão de reserva de capacidade será realizado em 2024, com ou sem a inclusão dos sistemas de armazenamento. Apesar de a minuta colocada em consulta pública não contemplar a tecnologia, a Empresa de Pesquisa Energética (EPE) e a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) estariam estudando a possibilidade de inclusão no certame deste ano, já que não há regulamentação para o tema.