Compass é autorizada a importar 5 milhões de m³ por dia de gás natural da Bolívia

Maria Clara Machado

Autor

Maria Clara Machado

Publicado

28/Nov/2023 15:02 BRT

Após conseguir autorização para importar 18,7 mil m³/dia de gás natural liquefeito (GNL), a Compass recebeu aval da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) para importar até 5 milhões de m³ de gás natural por dia, oriundos da Bolívia. A autorização foi publicada nesta segunda-feira, 27 de novembro, no Diário Oficial da União (DOU).

A Compass poderá oferecer o gás natural a consumidores livres e a distribuidoras situados no sistema interligado de gasodutos de transporte das regiões Sul e Sudeste. O local estipulado para entrada do combustível é Corumbá, Mato Grosso do Sul, que faz parte da rede da TBG.

A Compass é controladora da Comgás, distribuidora de gás natural em São Paulo, e da Commit (ex-Gaspetro), que tem participação nas distribuidoras MSGás (MS), Compagás (PR), SCGás (SC), Sulgás (RS), Ceg-Rio (RJ) e Necta (SP).

O grupo Compass abrange ainda a Norgás, com participação nas distribuidoras Cegás (CE), Potigás (RN), Copergás (PE), Algás (AL) e Sergás (SE), mas pretende vender estes ativos.