Setor enfrenta desafio da captura dos benefícios econômicos na regulação do armazenamento de energia

Poliana Souto

Autor

Poliana Souto

Publicado

14/Jun/2023 17:03 BRT

Com a possibilidade da abertura de duas consultas públicas para tratar da regulação de projetos de armazenamento de energia em baterias ainda em 2023, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) terá como principal desafio regulatório a captura dos benefícios econômicos, sejam eles do empreendedor e/ou sistêmicos, e superação dos custos de capex e de operação e manutenção do sistema (O&M). A barreira foi apresentada nesta quarta-feira, 14 de junho, no Webinar sobre o tema, promovido pela autarquia. 

De acordo com Carmen Silvia Sanches, secretária adjunta de Inovação e Transição Energética da Aneel, após a chamada de projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação estratégico (PDI estratégico n°21/2026), que buscou arranjos técnicos e comerciais para a inserção de sistemas de armazenamento de energia no Brasil, foram sugeridos modelos para a monetização de serviços, como o deslocamento temporal de energia, a estabilização da geração renovável e postergação de investimento na transmissão, entre outros.

Entrar

Digite as informações abaixo para acessar sua conta.




Não possui conta?

Cadastre-se agora! Receba a "MegaNews", um resumo diário do mercado de energia, com a agenda das autoridades e dos principais eventos do dia, além do podcast que te acompanha todas as manhãs.