Substituição de combustíveis fósseis ocorrerá gradualmente por orientação de Lula, diz Prates

MegaWhat

Autor

MegaWhat

Publicado

06/Dez/2023 16:30 BRT

O presidente da Petrobras, Jean Paul Prates, afirmou que a substituição dos combustíveis fósseis por renováveis ocorrerá gradualmente, conforme estratégia estabelecida pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.  

“A orientação do presidente Lula, para todos nós no governo, é que a jornada de transição energética será uma história de integração de diferentes fontes de energia e a substituição ocorrerá gradualmente rumo à descarbonização”, disse Prates em discurso no painel sobre o papel das petroleiras na redução de emissões de carbono na COP28. 

O presidente da estatal também aproveitou para falar que as companhias do segmento têm a “obrigação” de se reunirem em prol da bandeira da descarbonização, com base nas necessidades de “pessoas reais e de um mundo real”. Segundo Prates, a transição precisa considerar as disparidades econômicas e sociais do mundo para garantir a segurança energética.  

Ao relembrar que o Brasil sediará a 30ª Conferência da ONU sobre Mudanças Climáticas (COP30), em novembro de 2025, em Belém, no Pará, o presidente da Petrobras reafirmou as metas da empresa para projetos de baixo carbono nos próximos anos.

A companhia destinará US$ 11,5 bilhões para estes projetos, mais que o dobro do plano anterior. Na média para o período de 2024 a 2028, o investimento em baixo carbono representa 11% do investimento total da Petrobras, indicando avanço na posição atual da companhia em relação aos seus pares de mercado.

A previsão é que esse tipo de investimento ganhe espaço gradualmente no portfólio da empresa ao longo do período, chegando a 16% em 2028. “Ficaremos orgulhosos de informar resultados na COP30, em Belém, com mais progresso e ambição. Em uma perspectiva muito mais limpa. Para um futuro muito mais sustentável”, concluiu Jean Paul Prates.