Óleo e gás

Cade aprova fusão entre 3R e Enauta

Pelo acordo, a 3R Petroleum terá 53% das ações do novo negócio, enquanto a Enauta será detentora dos 47% restantes das ações.

FPSO Atlanta, da Enauta
FPSO Atlanta, da Enauta / crédito: Enauta

A Superintendência Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou nesta quinta-feira, 4 de julho, a incorporação da Maha Energy e da Enauta pela 3R Petroleum. A aprovação saiu pelo despacho nº 757/2024, mas ainda não foi publicada no Diário Oficial da União (DOU). A decisão se torna definitiva 15 dias após a publicação no DOU, caso não haja manifestações em contrário de terceiros ou do Tribunal do Cade.

A aprovação pelo Cade era a última etapa para a concretização do negócio, que já foi aprovado pelos Conselhos de Administração da 3R Petroleum e da Enauta, e pelos acionistas das empresas.

Pelo acordo, as ações da Enauta e da Maha Energy serão incorporadas pela 3R Petroleum, que terá 53% das ações do novo negócio, enquanto a Enauta será detentora dos 47% restantes das ações.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE