Consumo

'Apagão’ em Manaus foi provocado por desligamento intempestivo em LTs e subestação

Diversos pontos da cidade de Manaus e de municípios vizinhos no Amazonas, ficaram sem energia elétrica na tarde deste domingo, 14 de abril, devido ao desligamento intempestivo de uma subestação e de uma linha de transmissão que atendem a área. Em nota publicada em suas redes sociais, a Amazonas Energia, distribuidora responsável, informou que sistema foi 100% normalizado.

'Apagão’ em Manaus foi provocado por desligamento intempestivo em LTs e subestação

Diversos pontos da cidade de Manaus e de municípios vizinhos no Amazonas, ficaram sem energia elétrica na tarde deste domingo, 14 de abril, devido ao desligamento intempestivo de uma subestação e de uma linha de transmissão que atendem a área. Em nota publicada em suas redes sociais, a Amazonas Energia, distribuidora responsável, informou que sistema foi 100% normalizado.

Segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), responsável pelo monitoramento e controle do Sistema Interligado Nacional (SIN), por volta das 13h56 (horário de Manaus), um desligamento de dois circuitos da linha de transmissão Lechuga – Manaus, de propriedade da Energisa, interrompeu o fornecimento de 400 MW de carga na região, equivalente a 35% da energia do estado naquele momento.

O religamento das cargas ocorreu às 14h31, após procedimentos operacionais do ONS e manobras internas das distribuidoras. No entanto, quando parte das cargas já havia sido religada, houve um novo desligamento, às 15h09 no horário local, nos setores de 230 kV e de 500 kV da subestação Lechuga, de propriedade da empresa Evoltz, que atende toda a área de Manaus.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em boletim operacional, o ONS informa que está apurando as causas da ocorrência junto aos agentes responsáveis.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Já o Ministério de Minas e Energia (MME) disse, em nota, que uma sala de situação foi instalada para acompanhar o suprimento energético e entender as causas do incidente no Amazonas.

*Matéria atualizada às 11h50 para correção de informação. A LT Lechuga-Manaus é de propriedade da Energisa