Governo vai priorizar consumidores em Lei Geral da Energia, diz ministro

Autores

Natália Bezutti
Poliana Souto
Natália Bezutti e Poliana Souto

Publicado

29/Ago/2023 20:50 BRT

O ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, definiu o texto que promete readequar os encargos da Conta de Desenvolvimento Energético (CDE) como uma "uma proposta complexa e traumática". O projeto está sendo denominado de Lei Geral da Energia e deve envolver todos os segmentos do setor de energia.

“Uma das frentes que a gente deve propor é que os encargos que estão na CDE, que não são vinculados umbilicalmente ao setor elétrico, devem sim passar por uma discussão e alguns deles, se tiver espaço, serem absorvidos pelo Orçamento Geral da União. Nessa reformulação geral do setor elétrico, perpassa também por essa frente de discutir parte dos encargos que estão na CDE e que não são correlatos ao setor elétrico”, disse Silveira a jornalistas, após reunião na Câmara dos Deputados nesta terça-feira, 29 de agosto.

Este conteúdo está disponível para assinantes

Tenha acesso a toda informação da MegaWhat: dados, gráficos, previsões, notícias e conhecimento. Assine mensal e cancele a qualquer hora. Ou anual com desconto.