Uma semana após chuvas, Enel conclui restabelecimento de energia em São Paulo

Camila Maia

Autor

Camila Maia

Publicado

10/Nov/2023 16:25 BRT

Categoria

Distribuição

A Enel São Paulo informou no início da tarde desta sexta-feira, 10 de novembro, que concluiu o restabelecimento de todos consumidores de energia que tiveram interrupção depois da tempestade que afetou São Paulo na semana passada, no dia 3 de novembro.

“Pedimos nossas sinceras desculpas a todos os clientes que demoraram a ter a energia restabelecida em suas casas", disse, em nota, o presidente da Enel São Paulo, Max Xavier.

Em nota, a empresa destacou que a tempestade teve rajadas de ventos de mais de 100 km por hora, e que ainda segue trabalhando em "ocorrências específicas que surgiram nos dias seguintes à tempestade".

Na sexta-feira passada, após as chuvas, 2,1 milhões de unidades consumidoras ficaram sem energia. A Enel disse que até o momento reconstruiu 140 km de rede, com reparos "extremamente complexos" e que exigiram a remoção de árvores de grande porte, em conjunto com prefeituras e outros órgãos como Corpo de Bombeiros e Defesa Civil.

"O cenário de destruição que se formou no Estado de São Paulo foi desafiador e traz grandes aprendizados para a distribuidora e todo o setor elétrico. Nos comprometemos a intensificar, cada vez mais, as ações preventivas que possam mitigar os impactos associados a situações de eventos climáticos extremos cada vez mais frequentes", disse Xavier.

Leia mais:

MME culpa privatizações de Temer e Bolsonaro por falta de energia em São Paulo

Reunião sobre falta de energia em SP tem planos de ressarcimento fora do rito e contingência para o futuro

Prefeito estuda usar R$ 200 milhões da Cosip e taxa de contribuição para enterrar fios em SP

Com novo cenário climático, Aneel fala em cooperação e avalia regulação para comunhão entre distribuidoras

Enel SP deveria “ter tido mais celeridade”, diz prefeito da capital