Petrobras adota cautela ‘para não entregar mais do que a indústria consegue atender’

Maria Clara Machado

Autor

Maria Clara Machado

Publicado

13/Jul/2023 11:12 BRT

A Petrobras avalia que há um aumento na sua demanda por serviços da indústria naval e de metal-mecânica, que deve ter um pico em 2024. A razão para o aumento dos contratos está nas encomendas para “topsides” (módulos de FPSO e de plataformas semissubmersíveis) e para o descomissionamento de embarcações mais antigas. A demanda projetada para 2024 se aproxima de 80 novos módulos, enquanto para 2023 o volume é inferior a 40 módulos.

Entrar

Digite as informações abaixo para acessar sua conta.




Não possui conta?

Cadastre-se agora! Receba a "MegaNews", um resumo diário do mercado de energia, com a agenda das autoridades e dos principais eventos do dia, além do podcast que te acompanha todas as manhãs.