Aeroportos da CCR terão placas solares para geração de 40 MW por ano

MegaWhat

Autor

MegaWhat

Publicado

04/Dez/2023 17:20 BRT

Categoria

EmpresasSolar

Sete aeroportos administrados pela CCR Aeroportos em cinco estados passarão a gerar energia solar com capacidade para gerar, no total, 40 MW por ano. A empresa celebrou contrato com as empresas Volteon e Atuação Energia que irão instalar fazendas solares em terrenos dentro das unidades aeroportuárias e vender pelo mercado livre de energia.

As obras começam no primeiro semestre de 2024, com início da geração prevista para 2025. Serão instalados cerca de 6,3 mil painéis solares por aeroporto, o que totaliza, aproximadamente, 44 mil placas solares nas sete unidades.

Os aeroportos que contarão com os parques são: Curitiba (CWB), no Paraná; Joinville (JOI), em Santa Catarina; Bagé (BGX), Pelotas (PET) e Uruguaiana (URG), no Rio Grande do Sul; Palmas (PMW), no Tocantins; e Petrolina (PNZ), em Pernambuco, totalizando 750 mil metros quadrados de terreno.

A gerente-executiva de Varejo da CCR Aeroportos, Monique Henriques, conta que o projeto também tem caráter inovador. “Ao possibilitar o uso de áreas de sete aeroportos para o desenvolvimento de tecnologia sustentável, estamos falando sobre a convergência de dois setores tradicionalmente distintos - aviação e energia renovável. Essa abordagem, além de inovadora, demonstra uma resposta às demandas ambientais”, comenta.

A quantidade de energia gerada em cada aeroporto será capaz de atender, aproximadamente, 1.200 residências. “Acreditamos que a iniciativa de produzir energia solar nos sítios aeroportuários da CCR dará maior visibilidade para o uso de energia limpa e renovável, uma tendência no exterior e em consolidação no Brasil”, diz Marcelo Morais, da Volteon.