MTR mira em geração solar centralizada e anuncia expansão de fábrica em MG

Poliana Souto

Autor

Poliana Souto

Publicado

20/Mai/2024 14:42 BRT

Categoria

EmpresasSolar

Conhecida pela sua atuação no mercado de geração distribuída (GD), a distribuidora e fabricante de equipamentos solares MTR anunciou R$ 50 milhões em investimentos, via capital próprio, para dobrar sua produção, com foco em entrar em geração centralizada até 2025. Com perspectivas positivas para o segmento, a ideia da companhia é atender a demanda por usinas de grande porte.

Do valor a ser investido, R$ 30 milhões serão usados para a compra de distrito industrial, junto a prefeitura de Juiz de Fora, em Minas Gerais, para a ampliação da fábrica da companhia na área, que será focada em estruturas, automação e skid para usinas. O montante também será utilizado na criação de um complexo fabril e de estoque.

Os outros R$ 20 milhões serão destinados à aquisição de equipamentos e para a montagem da infraestrutura necessária para o funcionamento da nova unidade. Cerca de 400 colaboradores devem ser contratados, conforme previsão da empresa.

A fabricante já alcançou 40% de sua meta para o ano, comercializando 2GW em equipamentos no primeiro quadrimestre de 2024. Foram comercializados 800MW, sendo 600MW de tracker solar e 200MW de estruturas fixas. “Entre comercialização e novos pedidos, já ultrapassamos 500 equipamentos, um aumento significativo em relação ao ano passado”, disse Mauricio Barros, CEO da MTR.

Em 2023, a empresa ultrapassou a marca de 1,5GW em equipamentos solares comercializados, um crescimento 45% ante 2022. Para esse ano, a empresa esperava crescimento de 30%, e já registrou expansão de 37% nos primeiros quatro meses de 2024 na comercialização de equipamentos e estruturas para usinas de solo de GD.