Leilão A-4 contrata 237,5 MW médios com preço médio de R$ 258,16/MWh

MegaWhat

Autor

MegaWhat

Publicado

27/Mai/2022 18:06 BRT

Categoria

Geração

Primeiro certame de energia de 2022, o leilão A-4 negociou 237,5 megawatts (MW) médios de 29 empreendedores. O preço médio do leilão foi de R$ 258,16 por megawatt-hora (MWh), com um deságio de 9,36%.

Entre os vencedores estão 18 hidrelétricas de pequeno porte (PCHs e CGHs), quatro eólicas, cinco usinas solares e duas termelétricas a biomassa.

Apenas três distribuidoras compraram energia no certame: Cemig (MG), Coelba (BA) e Light (RJ).

O leilão, realizado pela CCEE e Aneel, começou às 10h e teve pouco mais de 1h de duração. A eletricidade contratada deverá ser entregue ao Sistema Interligado Nacional (SIN) entre 2026 e 2045.

Estavam cadastrados 1.894 projetos, totalizando mais de 75 GW de oferta. O certame negociou produtos por quantidade, para hidrelétricas, usinas solares fotovoltaicas e parques eólicos, e por disponibilidade, considerando termelétricas a biomassa.

Este foi o primeiro leilão A-4 em que os projetos eólicos e solares competiram em um mesmo produto, o que, segundo a EPE, traz maior competição e beneficia os consumidores.

Os empreendimentos que tiverem direito a desconto nas tarifas de Uso do Sistema de Distribuição e Transmissão (Tusd e Tust), por atender aos prazos previstos pela lei de protocolo do pedido de outorga até 2 de março, ainda estão condicionados ao atendimento de uma segunda diretriz, a de entrada em operação comercial dentro de 48 meses.